Feminismo Contemporâneo: A Questão de Gênero

Ementa


Foi somente a partir da chamada segunda onda do feminismo, no final do século vinte, que surgiu o questionamento da naturalização de certos comportamentos como ‘femininos’ ou ‘masculinos’. Até então, os trabalhos feministas que abordavam as relações entre os sexos dedicavam-se a formular um feminismo da diferença, no qual ‘a questão feminina’ era o tema central. O termo ‘gênero’ foi utilizado pela primeira vez em 1968 pelo psicanalista Robert Stoller em seu livro Sex and Gender, no qual tratava da questão da transexualidade. A antropóloga Gayle Rubin foi pioneira do uso desse termo nos estudos feministas. Em seu clássico ensaio de 1975, “O tráfico das mulheres” formula pela primeira vez a expressão “sistema sexo/gênero’. O surgimento desta categoria se dá dentro de uma virada epistemológica nas ciências humanas. As teorias pós-estruturalistas começaram a questionar o ponto de vista neutro do sujeito do conhecimento e a pretensão de muitos saberes humanos de serem universais. ‘Gênero’ aparece então como uma categoria útil para análise crítica das teorias vigentes que buscavam explicar o ser humano e seu comportamento na família e na sociedade sob um ponto de vista no qual a mulher claramente era vista como naturalmente doméstica ou passiva. ‘Gênero’ é aqui entendido como a organização social da diferença sexual, isto é, “gênero é o saber que estabelece significados para as diferenças corporais” (J. Scott).

aulas


Aula 1
Ensaios clássicos da literatura feminista, “O tráfico das Mulheres” da antropóloga Gayle Rubin e “Gênero um categoria útil de análise histórica” (1986) da historiadora norte-americana Joan Scott.

Aula 2
O surgimento da terceira onda de feminismo, do feminismo negro e do conceito de interseccionalidade. O ensaio de Audre Lorde, “Age, Race, Class, and Sex: women redefinig Difference” e o livro Mulheres, Raça e Classe de Angela Davis.

local e datas


Av. Rio Branco, 124, 3° andar. centro

RIO DE JANEIRO – RJ

 

Carga Horária: 06 horas

Datas 31 de março e 01 de abril

Horário: 31 de março das 18:30 às 21:30
1 de abril das 10:00 às 13:00h

inscrever-se R$ 270,00

[+] informações

contato@escolapassagens.com.br

Tel: (21) 2222-1791

professor


Susana de Castro é professora Associada II do departamento de filosofia da UFRJ. Coordenadora do Laboratório Antígona de Filosofia e Gênero, e do GT-Filosofia e Gênero da Anpof. Autora dos seguintes livros: Ontologia (Zahar, 2008), A teoria aristotélica da substancia (Contraponto, 2008), Três Formulações do Objeto da Metafísica (Contraponto, 2008), Filosofia e gênero (7Letras, 2014), As mulheres das Tragédias gregas: poderosas? (Manole, 2011).

Política de Cancelamento dos Cursos

 

Para solicitações de cancelamento até 20 dias antes do início do curso o reembolso será integral. Caso a solicitação  ocorra entre  20 dias e 48 horas antes do início,  o reembolso será de 50% do valor pago. Se realizada dentro de 48 horas antes do início das aulas, não haverá reembolso.

A solicitação deve ser feita por escrito e encaminhada ao e-mail contato@escolapassagens.com.br

 

Se o cancelamento ocorrer por parte da Escola Passagens,  os valores pagos serão integralmente reembolsados.

Política de Descontos

Professores e estudantes:  10%

 

Passaporte

Quem desejar ter livre acesso aos cursos da Passagens poderá solicitar um Passaporte exclusivo. Consulte-nos sobre os valores e prazos por email: contato@escolapassagens.com.br ou por telefone: 22221791